MAPPA
MAPPA

Share this post

Um trabalho de mapeamento, de modo geral, passa por três etapas: o planejamento da missão de mapeamento, o voo e o processamento de imagens.

Depois de processadas, essas imagens de drone viram mapas, ricos em informação. Agora, é hora de trabalhar com esses resultados.

Nesse momento, dúvidas podem surgir sobre o processo.

Qual software devo utilizar para manipular meus mapas? Eles podem ser utilizados em conjunto com a plataforma Mappa?

Qgis, ArcGIS, Autocad… É, são muitas opções para integrar resultados!

Neste post, listamos 5 softwares muito utilizados, especialmente na topografia, que são compatíveis para receber produtos gerados pela plataforma Mappa.

Processamento de imagens de drones: automação x trabalho manual

A Mappa é uma plataforma de processamento de imagens de drones com foco na geração de mapas inteligentes de maneira automatizada.

Sabemos que no mundo do geoprocessamento existem outros diversos softwares disponíveis para trabalhar, cada um com suas características de trabalho.

O diferencial da plataforma diante dos demais é a sua automação na criação do mapa: basta realizar o voo de mapeamento com drone, fazer o upload das fotos e aguardar pelo resultado – processo que não é possível nos demais programas. 

Do outro lado, os profissionais da topografia, engenharia, geoprocessamento e afins, trabalham muito no pós-processamento dos mapas gerados – é aqui que a Mappa ganha aliados.

Entenda como o trabalho com drones está revolucionando a topografia.

Soluções ágeis para mapear sem erros.

Abaixo, listamos alguns desses programas, partindo do fato que o processamento das imagens de drone foi feito na plataforma Mappa, gerando então os produtos brutos de um processamento: ortomosaico, Modelo Digital de Terreno, Modelo Digital de Superfície, Curvas de Nível e Nuvem de Pontos.

ArcGIS

O ArcGIS é um software que oferece diferentes soluções para o geoprocessamento, especialmente para a análise de dados, visualização e manipulação de mapas em 2D e 3D.

Sua integração com a Mappa pode ser feita em praticamente todos os produtos brutos gerados. 

  • Ortomosaico
  • MDT
  • MDS
  • Curva de nível

QGIS

O QGis é um software livre, focado na geração de mapas a partir de camadas geradas com rasters e vetores – os produtos brutos de um processamento gerado pela Mappa, por exemplo.

  • Ortomosaico
  • MDT
  • MDS
  • Curva de nível

DataGeosis

Muito focado na topografia, o DataGeosis é um software que trabalha com conversão de coordenadas, georreferenciamento, cálculo de volumes, entre outros recursos.

  • Ortomosaico
  • MDT
  • MDS
  • Curva de nível

Autocad 3D

Muito famoso entre arquitetos e engenheiros, o Autocad é um software do tipo CAD, utilizado para a criação e manipulação de desenhos técnicos em 2D e 3D.

  • Curva de nível
  • Nuvem de pontos

Revit

Também popular nos mercados de arquitetura, engenharia e design, o Revit é um software do tipo BIM, utilizado para a geração de projetos de construção de edifícios, estruturas e componentes. Ele permite abrir modelos 3D, criar anotações em um plano 2D, entre outros recursos.

  • Ortomosaico
  • MDT
  • MDS
  • Curva de nível
  • Nuvem de pontos

Para levar os produtos brutos gerados na Mappa para dentro desses softwares, basta fazer o download dos mapas em formato .tif e abrir no software escolhido.

Automação e integração para melhores resultados

Sendo cada software destinado para trabalhos específicos, é perceptível a flexibilidade de usos que a Mappa permite para os seus resultados.

Vale ressaltar: não há competição entre a Mappa e esses outros softwares – na verdade, eles se complementam e potencializam o trabalho do outro.

Com o uso de drones, há o ganho de tempo e a economia de recursos para realizar um mapeamento. 

Depois, com os produtos gerados, é possível seguir o trabalho em diferentes segmentos utilizando os recursos oferecidos pelos demais softwares do mercado.

Faça um teste na Mappa e comprove!

MAPPA É GRATUITO

Este conteúdo foi útil?

Leia também