MAPPA
MAPPA

Share this post

Problema comum em diferentes áreas, a erosão pode causar grandes prejuízos em propriedades rurais, em áreas de preservação ambiental e como danos causados a terras de terceiros.

Fato é, que evitar a erosão do solo é um objetivo em comum para diversas pessoas e a plataforma Mappa pode facilitar essa tarefa.

Assista esse conteúdo em vídeo, com participação da agrônoma da Mappa, Karina Goulart.

O que é erosão?

Erosão é o resultado de ação de processos naturais que modificam a superfície de um local, removendo solo, rochas ou sedimentos e transportando-os para outro lugar. Ela é uma ação natural, mas potencializada pela ação do homem e refletem diretamente na capacidade produtiva da terra.

Casos de erosão extrema podem levar à desertificação da área, isto é, transformá-la em um deserto, infértil ou muito pouco produtivo, além de causar um colapso ecológico, com a perda das camadas do solo ricas em nutrientes.

Existem vários tipos de erosão, causadas por diferentes efeitos. Uma delas é a água corrente em áreas com uma diferença de declividade maior que 10%, considerados os pontos mais altos e mais baixos.

Essa diferença de altimetria implica no acúmulo de detritos da área mais alta na parte mais baixa, causando erosão do solo.

Tudo que você precisa saber sobre drones na agricultura em um só lugar!

Informação inteligente gera economia e mais produtividade.

Identificando possíveis pontos de erosão do solo com mapas de drones

As possibilidades do universo do mapeamento com drones são diversas. Uma delas é a antecipação no planejamento do manejo para prevenir a erosão do solo.

Mas como os drones podem fazer isso?

Bom, não são exatamente os drones que evitarão essa erosão, é óbvio. Mas, com seus mapas e utilizando a ferramenta de comparação de mapas disponível na plataforma, é possível checar potenciais pontos de erosão e agir estrategicamente.

Para melhor visualização, vamos aos exemplos. 

Acessando a pasta “Projetos Demonstrativos -> Mappa – Monitoramento Ambiental”, utilize a ferramenta comparação entre mapas e selecione o ortomosaico e o DTM.

Se você não sabe como utilizar a comparação entre mapas, assista esse vídeo, a partir de 2:28.

É possível visualizar, na área circulada abaixo, uma variação brusca de altimetria, onde a parte mais alta do solo praticamente não possui vegetação alguma e a parte mais baixa ao seu lado já está sendo impactada pela erosão.

Isso acontece porque a água da chuva carrega os detritos, esgotando a área mais alta e prejudicando a parte mais baixa, que gradualmente irá perder sua capacidade de dar vida às plantas.

O próximo exemplo é de uma área agrícola, onde conseguimos observar o mesmo caso: a água, mesmo com uma tentativa de controle através de sulcos, acabava causando a erosão de uma parte do talhão.

Na imagem acima vemos a diferença de altimetria da zona inferior direita do mosaico em relação à parte superior.

O curso natural da água, nesse caso, foi o canto superior esquerdo, onde é possível visualizar a erosão acontecendo e tornando a terra arenosa, com menos nutrientes.

Com os mapas em mãos, foi possível para o proprietário da área adaptar o relevo de modo a reduzir os danos causados pela erosão.

No último exemplo, temos uma imagem de uma área de mineração, onde a terra foi explorada por muito tempo, causando seu esgotamento e que possui muitos detritos.

Ao final de contratos de exploração de terra nesse sentido, é responsabilidade do grupo ou empresa que utilizou a área recuperar o terreno.

Nesse caso, o risco de erosão é das áreas aos arredores da área explorada, que podem ser prejudicadas pelos detritos em ação similar ao primeiro exemplo, com a chuva carregando sedimentos para áreas mais baixas.

Através da análise de altimetria e do alinhamento na forma da entrega do relatório pela equipe de análises da Mappa, temos um mapa de declividade de toda a área, indicando as curvas de nível e a classificação da declividade – comprovando as áreas com potencial de erosão do solo.

Com a informação das áreas de risco em mãos, com declividade igual ou acima de 9%, os responsáveis pela recuperação do pátio de mineração puderam agir estrategicamente, nivelando estas áreas e prevenindo danos. 

Conclusão: mapas de drones ajudam no planejamento preventivo contra erosão do solo

Assim como exemplos que mostramos acima, a lógica do planejamento da altimetria do terreno para evitar a erosão do solo pode ser utilizada em outros casos, como agricultura, evitando acúmulo ou correntes excessivas de água em áreas de declividade prejudiquem uma parte da plantação.

Use a tecnologia como sua aliada: obtenha informação para agir de maneira pontual e eficaz.

MAPPA É GRATUITO

Este conteúdo foi útil?

Leia também