Skip to main content

No universo do mapeamento com drones, os termos precisão e acurácia tomam como base a definição vinda da agrimensura. Apesar de parecidos, o seu significado na ponta do lápis (e nos mapas) é diferente!

Compreender com clareza o que é precisão, o que é acurácia e suas diferenças é importante para evitar a confusão entre dois termos que frequentemente são tidos como a mesma coisa.

Então vamos entender a diferença entre esses conceitos.

 

 

O que é precisão?

Precisão significa que as informações de medida presentes em um mapa estão de acordo ou muito próximas ao valor real, ou seja, que estão dentro da margem tolerável de diferença.

Pense em uma área urbana, um terreno. Você realizou uma operação de mapeamento da área, processou as imagens de drone e gerou um ortomosaico.

Ao realizar uma medição dentro do ortomosaico, de uma distância de lado do terreno, por exemplo, ela poderá ser próxima do plano real por uma diferença de centímetros – isso quer dizer que o mapa possui precisão.

Por exemplo, esta linha azul indica a distância da copa da árvore até a quadra dentro deste mapa. Se este ortomosaico for preciso, esta medida dentro do corresponderá à distância real.

mapa-precisao-acuracia

E se você repetir essa operação uma, duas, três vezes, essa margem se manterá. Isso significa que seu mapa é preciso.

No entanto, por se tratar de um georreferenciamento feito com um sistema de GPS tradicional, pode ocorrer um deslocamento desta área em relação à sua posição no mundo real, mesmo que suas medidas de áreas e distâncias estejam corretas.

O que isso significa? Que o mapa é preciso, mas não está acurado.

O que é acurácia?

Acurácia, do inglês accuracy, significa que o mapa, além de preciso, está posicionado corretamente em relação ao plano real. Portanto, acurácia é o posicionamento correto, a exatidão no parâmetro posicional de onde essa área se encontra.

Esta é a grande confusão quando relacionamos os termos levando em consideração apenas o significado da palavra precisão: um mapa preciso não terá, necessariamente, acurácia.

E como averiguamos a acurácia de um mapa de drone? Utilizando pontos de apoio – os conhecidos Pontos de Controle.

Tomando como referência a posição dos Pontos de Controle, colhida com um sistema de GPS de alta precisão e sistemas de correção como o RTK ou PPK, é possível averiguar o posicionamento do mapa, e confirmar sua acurácia.

Os dados dos Pontos de Controle, depois de colhidos, serão utilizados durante o processamento de imagens para que o posicionamento seja processamento de maneira correta. Sendo assim, observe o exemplo na imagem abaixo e imagine esse mesmo raciocínio aplicado em um mapeamento com drone:

No primeiro quadrante, à esquerda e acima, temos um processo com baixa precisão e acurácia, pois os pontos estão dispersos no alvo. Nesse caso, a medição não é precisa, possui uma grande variação, bem como os pontos dispersos significam diferenças de posicionamento não aceitáveis.

Já na imagem abaixo, vemos uma boa precisão – os pontos estão próximos, porém deslocados do centro do alvo, onde seria a posição ideal, acurada.

No canto direito, abaixo, vemos o conceito ideal, relacionando precisão e acurácia: os pontos estão próximos, distribuídos de maneira precisa e com acurácia – no lugar onde deveriam estar no plano real.

Por que precisamos de mapas com precisão e acurácia?

Mapas com precisão e acurácia são necessários quando precisamos atingir um grau milimétrico ou  centimétrico de proximidade, como em levantamentos topográficos ou no planejamento de uma obra, por exemplo.

Afinal, erros de poucos centímetros podem trazer erros que impactam diretamente na qualidade, orçamento, prazos e até mesmo no volume de desperdício de materiais.

Precisão e acurácia – conclusão

Para batermos o martelo sobre a discussão entre o que é precisão e o que é acurácia, chegamos aos seguintes conceitos:

  • Precisão no mapeamento com drones significa que as áreas medidas em um mapa correspondem à sua medida real ou algo muito próximo disso.
  • Já a acurácia significa que a área mapeada tem o seu posicionamento igual ou muito próximo da sua posição real.

Agora que você já entendeu as diferenças entre Precisão e Acurácia, que tal descobrir como aplicar esses conceitos no mapeamentos com VANTs? Confira esse ebook gratuito e descubra 5 dicas infalíveis para obter resultados mais precisos no mapeamento com drones.