O que são Pontos de Controle?

Agrônomos, topógrafos, engenheiros e demais profissionais que fazem uso do mapeamento com drones com certeza já tiveram um momento de reflexão sobre usar ou não os famosos pontos de controle. A verdade é que os pontos de controle são essenciais em projetos onde se busca a máxima acurácia possível.

No entanto, se você é novo nesse universo, é possível que não saiba o que são os pontos de controle e quando usá-los.

Vamos entender melhor esse conceito?

 

O que são Pontos de Controle? #

Em tradução literal do termo em inglês Ground Control Points (GCP), temos Pontos de Controle em Solo. Os Pontos de Controle são, literalmente, pontos identificados e indicados pela pessoa que fez o mapeamento como referência para os sistemas de correção de posicionamento.

Em sistemas tradicionais de georreferenciamento, como o GPS, quando comparadas as coordenadas de um certo ponto com a sua posição real em solo, pode haver uma diferença de alguns metros – isso é normal e todo sistema de coordenadas vai ter certo deslocamento nesse sentido.

Para evitar esse tipo de erro, são utilizados os Pontos de Controle – marcações em solo, indicadas pelo piloto, através de coordenadas colhidas com um GPS de alta precisão. A partir dessa informação, o sistema de correção poderá, com sucesso, fazer o seu trabalho.

Quando devo utilizar pontos de controle? #

 

Devem ser usados Pontos de Controle quando os mapas gerados no processamento de imagens de drones precisam ter acurácia de centímetros ou até mesmo milímetros.

Por exemplo: você quer fazer uma Análise de Restituição de Linhas para cana-de-açúcar, com o objetivo de reduzir o amassamento da colheita mecanizada no canavial. Nesse caso, é necessário ter uma acurácia centimétrica ou o mapa de restituição não será eficaz, pois seu posicionamento real não será condizente com a linha que você quer que a máquina siga. Logo, o objetivo não será cumprido. Outro caso são mapeamentos para cadastros em órgãos públicos exigem uma certa acurácia, fazendo necessário o uso de Pontos de Controle.

Portanto, você deve utilizar Pontos de Controle nos seguintes trabalhos:

  • Georreferenciamento em geral;
  • Terraceamento (curvas de nível);
  • Implantação de projeto de aterro/corte;
  • Restituição de linhas de plantio;
  • Utilização de arquivos gerados para implantação a campo;
  • Atualização de matrícula de imóveis;
  • Implantação de rodovias (estaqueamento);
  • Certificação de imóveis rurais, entre outros.

 

Tipos de pontos de controle #

De modo geral, existem dois tipos de Pontos de Controle que podem ser utilizados na hora de mapear: alvos naturais e artificiais.

Os Pontos de Controle naturais são mais comuns em projetos de mapeamento urbano. Isso porque nesses casos fica fácil identificar cruzamentos, quadras, calçadas etc. No campo também é possível, para trabalhos de agricultura de precisão – basta que ele seja suficientemente identificável para ser tomado como referência.

 

pontos-naturais

Já os Pontos de Controle artificiais, por sua vez, são feitos com alvos, cruzes, utilizando cal, tinta, chapas de plástico, madeira ou metálicas – vai da criatividade e praticidade do profissional. Eles são utilizados em espaços onde se torna inviável a identificação natural.

 

pontos-artificiais

Como utilizar Pontos de Controle? #

Os Pontos de Controle devem ser distribuídos proporcionalmente na área de interesse e com devida atenção nas extremidades – atente para cobrir as extremidades e para fazer um ponto central.

distribuição correta de pontos de controle

 

Em relação ao tamanho e a cor, atente para não fazer pontos muito pequenos ou apenas de cor branca, pois podem dificultar na identificação do ponto na hora do processamento.

 

tamanho correto para criação de pontos de controle

 

Depois de feitos, deve-se colher as coordenadas de cada um, utilizando um GPS de alta precisão. Caso seja necessário mais de um voo para realizar o mapeamento completo, são necessários Pontos de Controle na faixa de encontro desses voos, de modo a facilitar a união das imagens na sua área de sobreposição.

Defina pontos de checagem para validar a acurácia dos Pontos de Controle – você pode fazer isso através de triangulações com coordenadas de outros pontos de interesse que estarão presentes no seu mapa final, como uma casa, por exemplo. Em áreas com grandes variações no relevo, use mais Pontos de Controle para aumentar a precisão e acurácia do resultado do mapeamento na área de interesse.

 

Ainda não é assinante? Solicite o seu trial gratuito aqui!